Atenção! Bandeira amarela deixa conta de luz mais cara em julho

Antes de planejar a vida financeira, saiba que a bandeira amarela pode deixar a conta de luz mais cara em julho, visto que as condições de produção de energia elétrica mudaram e podem impactar diretamente no seu bolso.

Atenção! Bandeira amarela deixa conta de luz mais cara em julho
Foto: Jeane de Oliveira/FDR

De acordo com a Aneel, a Agência Nacional de Energia Elétrica, acabou a validade da bandeira verde após dois anos de continuidade. A medida ainda deu início à bandeira amarela, que aumenta o preço da sua conta de luz.

Por isso, as famílias vão precisar se preparar porque a conta de julho deve vir mais cara, lembrando que a bandeira amarela começa nas medições deste mês. Veja mais detalhes sobre o aumento!

Entenda as bandeiras da conta de luz

A Aneel, agência do governo, regula a produção e a distribuição de energia elétrica no país. Por isso, em seus sistemas, trabalha com os índices de bandeiras para sinalizar o custo real da energia elétrica.

A bandeira verde significa que a produção está regular e não há problemas energéticos no país, o que resulta em uma cobrança de tarifas mais baixas na conta de luz dos trabalhadores brasileiros.

Porém, quando a situação indica problemas para a produção e/ou distribuição de energia elétrica, pode haver a incisão de bandeiras laranja ou até vermelha, também com patamares 1 e 2.

Atenção! Bandeira amarela deixa conta de luz mais cara em julho
Foto: Reproduçaõ Aneel

A função das bandeiras é justamente regular o preço das taxas na conta de luz, aumentando a porcentagem quando está com bandeira laranja e vermelha e reduzindo quando está em bandeira verde.

Quando começa o aumento do valor da conta de luz?

Desde abril de 2022, a Aneel trabalha com a bandeira verde, há praticamente 26 meses sem mudança. Porém, a partir da leitura de julho, começa o tarifário da bandeira amarela.

Vale ressaltar que as contas de junho não serão modificadas. Na verdade, o pagamento com a tarifa amarela começa a partir de agosto, referente ao consumo realizado ao decorrer de julho.

Qual o valor da nova tarifa?

De acordo com a Aneel, a conta de luz terá um acréscimo de R$1,88 a cada 100kW/h consumidos em julho. Portanto, a cada 100kW/h na conta final, a soma acrescentará tal valor.

Por mais que na maior parte das casas brasileiras não haverá um grande impacto, visto que o consumo médio no país é de 150kWh, em empresas ou em outras situações o aumento pode ser bem significativo.

Por que a energia aumentou?

Conforme indicado, a bandeira muda de índice em razão de problemas com a produção e com a distribuição de energia elétrica.

Segundo os especialistas, a energia aumentou por conta da previsão de chuvas a cerca de 50% na média histórica. Isso porque haverá menos recursos disponíveis para a produção em hidrelétricas, a principal fonte energética do país.

Além disso, a Aneel também prevê um aumento no consumo médio de energia, pedindo, segundo os padrões da agência, o aumento do preço final da conta de luz.

Qual a previsão do fim do aumento?

A Aneel não indicou um prazo para o fim da bandeira amarela. Na verdade, vai depender de uma série de condições, como melhora do panorama de chuvas ou redução do consumo energético.

O melhor é que você planeje-se para ter este aumento por algum tempo, inclusive sem perspectiva para voltar a bandeira verde ainda em 2024.

 

Gabriel Gonçalves
Escrito por

Gabriel Gonçalves