CadÚnico desatualizado? Saiba o que precisa para atualizar agora

Se você está com o CadÚnico desatualizado, saiba que o sistema é essencial para garantir acesso aos benefícios sociais do governo. Por isso, você precisa manter todas as informações em dias para não ter problemas.

CadÚnico desatualizado? Saiba o que precisa para atualizar agora
Foto: FDR

E neste post, nós te ajudaremos a entender como atualizar o CadÚnico, de maneira a manter-se regularizado para receber os benefícios sociais que tiver direito; confira todas as dicas!

Para que serve o CadÚnico?

O CadÚnico é um sistema unificado para os benefícios sociais do governo brasileiro. Nesse sentido, o programa reúne os dados dos cidadãos, conseguindo gerir as informações e distribuir os recursos federais.

Por isso, o pré-requisito para qualquer benefício é estar com o CadÚnico válido e atualizado, visto que a ausência do cadastro pode resultar em suspensão dos pagamentos.

Quem pode se cadastrar no CadÚnico?

Para fazer o cadastro, é preciso integrar uma família com renda mensal de até meio-salário mínimo por pessoa. Esse é justamente o público para a maior parte dos benefícios sociais.

Há questões sobre o registro para quem mora sozinho. De acordo com o próprio CadÚnico, há uma maior verificação desses casos para evitar a alegação de pessoas que na verdade moram com a família.

Quando atualizar o cadastro no CadÚnico?

A atualização cadastral é obrigatória quando há mudanças de qualquer natureza no contexto socioeconômico da família; veja alguns exemplos:

  • Mudança de endereço;
  • Troca de escola;
  • Chegada de novos moradores;
  • Mudança de emprego.

Como atualizar o CadÚnico?

Tanto a criação quanto a atualização do cadastro no CadÚnico devem ser feitas presencialmente nos postos de atendimento. E as documentações dependem do membro da família para a atualização.

Para o responsável familiar, é preciso levar CPF ou Título de Eleitor, Documento de identificação com foto (como CNH ou RG) e comprovante de residência. Na falta deste, poderá ser outro documento no caso de famílias quilombolas, por exemplo.

Quando se trata dos outros membros da família, você deverá levar pelo menos um documento de cada um deles:

  • CPF, Certidão de Nascimento, Certidão RANI para indígenas, RG, Carteira de Trabalho ou Título de Eleitor

Por sua vez, caso haja um Responsável Legal, este deve apresentar CPF e documentos de guarda ou tutela, bem como CPF, documento de identificação e comprovante de residência das pessoas representadas.

Quanto tempo demora para atualizar o CadÚnico?

De acordo com a explicação do governo, a atualização do CadÚnico é feita na hora, mas pode demorar um pouco para cair no sistema. 

Você pode conferir os seus dados cadastrais diretamente no site do Cadastro Único ou pelo aplicativo, desde que você apresente o comprovante de cadastramento e fazer uma ‘Consulta Simples’.

Vale relembrar que a desatualização do CadÚnico pode resultar na paralização de benefícios como o Bolsa Família, principalmente se houver uma grande discrepância das informações.

No caso do auxílio gás de cozinha, por exemplo, a prioridade de pagamento é conferida para o público com atualização do CadÚnica feita há menos de 24 meses, o que passa ao governo as reais necessidades do cidadão.

Por isso, lembre-se de manter o CadÚnico atualizado, mesmo que não haja mudanças tão grandes, mas conferindo suas informações com os órgãos responsáveis.

Gabriel Gonçalves
Escrito por

Gabriel Gonçalves