CNH B1: quem tem direito a nova categoria de motoristas?

A CNH B1 é uma novidade que tem gerado bastante curiosidade entre os motoristas brasileiros. Veja, abaixo, como essa novidade vai afetar a sua vida.

CNH B1: quem tem direito a nova categoria de motoristas? (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Essa nova categoria foi introduzida como parte de uma série de mudanças na Carteira Nacional de Habilitação, visando alinhar o documento aos padrões internacionais e facilitar a fiscalização em outros países.

Mas afinal, quem tem direito a essa categoria e o que ela realmente significa?

Mudanças na Carteira de Habilitação

Desde junho de 2022, os Detrans começaram a emitir a nova CNH, que inclui uma tabela com 13 categorias diferentes.

Entre elas, a categoria B1 se destaca por permitir a condução de triciclos e quadriciclos, também conhecidos como microcarros. Esses veículos são caracterizados por serem menores e, muitas vezes, utilizados para deslocamentos urbanos.

A tabela com as novas categorias está impressa na parte inferior do documento e inclui códigos como A1, B1, C1 e BE.

Esses códigos seguem um padrão internacional e foram implementados para facilitar a fiscalização da CNH por agentes de trânsito de outros países. Apesar das novas siglas, as categorias de condutores no Brasil permanecem as mesmas: A, B, C, D e E.

Como funciona a CNH B1?

A categoria B1 especificamente se refere aos veículos como triciclos e quadriciclos, que são bastante populares em alguns países da Europa e Ásia, mas ainda pouco comuns no Brasil.

No entanto, com a inclusão dessa categoria na CNH, a expectativa é que a popularidade desses veículos aumente por aqui também.

Não é necessário que os motoristas brasileiros façam novas provas teóricas ou práticas para se adequarem às novas categorias.

A inclusão da tabela de categorias internacionais na CNH tem como principal objetivo padronizar o documento e facilitar a vida dos brasileiros que dirigem no exterior.

Assim, não há nenhuma mudança prática nas exigências para condução de veículos no Brasil.

É preciso refazer a carteira de motorista?

Para os motoristas que já possuem a CNH dentro da validade, não há necessidade de correr para fazer a troca pelo novo modelo.

A transição para a nova CNH pode ser feita gradualmente, conforme a necessidade de renovação ou em casos de perda ou furto do documento.

Além das categorias tradicionais, a nova CNH traz outras inovações. Por exemplo, ela permite o uso de nome social e a inclusão de filiação afetiva, atendendo a uma demanda crescente da sociedade por reconhecimento de identidades diversas.

Também foram implementados elementos de segurança, como tinta fluorescente e hologramas, que dificultam fraudes e falsificações.

Validade da CNH

Outro ponto importante é que a validade do documento permanece a mesma:

  • Para motoristas com menos de 50 anos, a validade da CNH é de dez anos.
  • Para aqueles com idade entre 50 e 69 anos, a validade é de cinco anos.
  • E para motoristas com 70 anos ou mais, a validade é de três anos.
Ariel França
Escrito por

Ariel França