Cosméticos perigosos? ANVISA emite alerta para consumidores; confira a lista

Anvisa alerta sobre a importância de relatar reações adversas a cosméticos. Saiba como identificar os sintomas, registrar ocorrências e proteger sua saúde.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou um informe de segurança para alertar sobre a importância de identificar e relatar reações adversas causadas por produtos cosméticos.

Cosméticos perigosos? ANVISA emite alerta para consumidores; confira a lista

Como registrar reações adversas

Os registros de reações adversas podem ser feitos de diversas maneiras, dependendo de quem está fazendo a notificação:

  1. Cidadãos: pelo Limesurvey ou e-Notivisa.
  2. Empresas e profissionais de saúde: pelo Notivisa, após cadastro.
  3. Outros profissionais: pelo Limesurvey.

Sintomas de reações adversas

A Anvisa enfatiza que as reações adversas a produtos cosméticos podem variar em gravidade, desde leves irritações na pele até reações alérgicas graves que exigem atenção médica imediata. Entre os sinais de reações adversas estão:

  • Irritação cutânea: vermelhidão, coceira, queimação, ardência ou descamação na área de aplicação do produto.
  • Inchaço ou edema: aumento anormal de volume na pele ou tecidos adjacentes após o uso do produto.
  • Erupções cutâneas: lesões cutâneas, manchas, bolhas ou erupções que não estavam presentes anteriormente.
  • Sensibilidade extrema: aumento da sensibilidade da pele a outros produtos ou substâncias após o uso do produto cosmético.

Outros sinais mencionados pela agência incluem tontura, falta de ar, náuseas ou outros sintomas sistêmicos que possam indicar uma reação alérgica generalizada.

Veja também: Caixa volta atrás e DEVOLVE DINHEIRO a clientes; confira

Recomendações da ANVISA

A Anvisa reforça a importância de verificar se os produtos cosméticos estão devidamente regulamentados pela agência e de seguir as instruções de uso.

 Para conferir se um produto cosmético está regularizado, é necessário identificar no rótulo o número do processo na Anvisa.

Esse número começa com 25351 e segue o formato 25351.XXXXXX/20XX-YY. A consulta pode ser feita no site da agência.

 Veja também: PIX do Imposto de Renda FALHA e deixa milhares de clientes na mão

Como proceder em caso de reações adversas

Se o consumidor apresentar qualquer um dos sinais de reações adversas mencionados, as recomendações são:

  1. Interromper o uso do produto: pare imediatamente de usar o produto cosmético que causou a reação adversa.
  2. Lavar a área afetada: lave delicadamente a área afetada com água em abundância para remover qualquer resíduo do produto.
  3. Procurar atendimento médico: se os sintomas persistirem, piorarem ou se espalharem para outras áreas do corpo, busque atendimento médico.

Importância do informe

Este informe da Anvisa é fundamental para garantir a segurança dos consumidores e para poderem tomar medidas rápidas e adequadas em caso de reações adversas a cosméticos.

 A conscientização sobre a necessidade de relatar essas reações ajuda a agência a monitorar e regulamentar produtos no mercado, protegendo a saúde pública.

Contato e mais informações

Para mais detalhes e orientações, os consumidores podem acessar o informe completo no site da Anvisa.

A informação fornecida neste portal é de caráter informativo e não substitui o aconselhamento médico.

Para orientações sobre qualquer condição médica, tratamento ou preocupação de saúde, é essencial consultar um médico especializado.

 

Gilmar Penter
Escrito por

Gilmar Penter

Com uma carreira jornalística iniciada em 2013, Gilmar Penter se dedica a traduzir temas complicados, como economia popular, benefícios do governo e questões ambientais, para uma linguagem simples e acessível. Além da redação com SEO, têm passagens pelo rádio e experiências na produção audiovisual e em fotojornalismo.