FGTS libera saque de R$ 6.220 e reforça decisão HISTÓRICA sobre remuneração

FGTS libera saque de R$ 6.220 e reforça decisão HISTÓRICA que muitos aguardaram durante décadas e agora podem comemorar!

FGTS libera saque de R$ 6.220 e você tem a oportunidade de conferir agora como sacar. Além disso, veremos também outra mudança histórica, que está fazendo muitos trabalhadores saltarem de alegria.

Sem dúvida, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), gera um alívio em trabalhadores que se veem em uma situação de demissão. Mas o que muda após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)? É sobre isso que vamos te informar.


Decisão HISTÓRICA sobre o FGTS

Neste ano, em uma reunião que ocorreu em maio, o STF reconheceu a importância e eficácia do FGTS, sobretudo, para trabalhadores que têm uma renda menor. Mas o que mudou na última decisão, que ocorreu na última quarta-feira (12)?

Houve a escolha pelo ajuste anual de 3% mais TR (Taxa Referencial), o que era uma proposta do governo. Dessa forma, o FGTS deve acompanhar a inflação com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Esta proposta foi contra a do ministro Roberto Barroso, que propôs que o FGTS acompanhasse ao menos a poupança. Mas com tanta importância para trabalhadores e outros setores da sociedade (como o imobiliário), foi levado em consideração o fato social que o FGTS representa para todos os brasileiros.

um grupo de trabalhadores tocando a mão juntos. Eles comemoram que o FGTS libera saque de R$ 6.220
Imagem: Reprodução/Freepik

A mudança deve afetar cerca de 117 milhões de contas abertas no FGTS. Por que esta é uma mudança histórica? Bem, por números levantados em uma pesquisa feita pelo Instituto Fundo de Garantia do Trabalhador, estima-se que cerca de R$756 bilhões em prejuízo para trabalhadores com antiga lei, de 1999 até 2013.


FGTS libera saque de R$ 6.220

Este benefício no valor de R$ 6.220,00 é referente ao Saque Calamidade, que atenderá neste momento principalmente os moradores que foram vítimas da catástrofe no sul do país. No entanto, há outras situações previstas em que o trabalhador pode solicitar o valor:

  • Alagamentos;
  • Enchentes ou inundações graduais;
  • Enxurradas ou inundações bruscas;
  • Inundações litorâneas provocadas pela brusca invasão do mar;
  • Precipitações de granizos;
  • Vendavais ou tempestades.

Há também a possibilidade de fazer o pedido em caso de outros eventos climáticos extremos. Assim, os trabalhadores contam com um amparo que pode chegar em um momento delicado que pode ser difícil de superar apenas com os recursos em caixa.

Contudo, para ter direito, o trabalhador não apenas precisa estar em uma das situações previstas acima, como também deve ter saldo em sua conta FGTS. Outro ponto, é que o trabalhador não pode ter sido beneficiado com este saque nos últimos 12 meses.

Assim, este saque chega como um belo suporte para trabalhadores que se encontram em uma situação de calamidade pública. Para ressaltar o que já apontamos inicialmente, no momento atual, o saque é de no máximo R$ 6.220 e está disponível apenas para moradores das regiões do sul do país afetadas pela enchente.

E como você pode ficar por dentro de todos os seus direitos e novidades em torno de benefícios para o povo? Sendo indispensável se atualizar para não perder os seus direitos, recomendamos acompanhar as novidades diárias que trazemos para você aqui no Brasileiro Trabalhador.

Moysés Batista
Escrito por

Moysés Batista