Idosos com mais de 60 anos que têm CNH precisam ficar atentos às ESTAS regras sobre multas de trânsito

Idosos com mais de 60 anos que têm CNH não podem deixar de verificar as atualizações críticas sobre o Código de Trânsito Brasileiro (CTB)

Idosos com mais de 60 anos que têm CNH não podem deixar de acompanhar as atualizações que chegam para todos os condutores brasileiros.

As mudanças que chegam para atualizar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), têm a finalidade de tornar o trânsito brasileiro mais seguro.

Portanto, há novidades em torno das pontuaçõesmultas e outros aspectos em torno da segurança para motorista de toda região do país.


Mudanças no CTB para idosos com mais de 60 anos que têm CNH

Uma grande alteração, aliás, atinge a população que tem a até 50 anos: agora o motorista pode renovar sua carteira entre 5 e 10 anos.

Já para as pessoas que têm entre 50 e 70 anos, ou seja, 60 anos ou mais, o período para a renovação é de 5 anos.

Uma idosa dirigindo seu carro após se atualizar sobre a notícia para Idosos com mais de 60 anos que têm CNH
Imagem: Reprodução/Freepik

Acima dos 70 anos os condutores têm que renovar a sua CNHcada 3 anos.

Com esta medida, o governo acredita que tornará o trânsito mais seguro, garantindo que os condutores nas ruas realmente estão em condições de dirigir.

Novo limite de pontos na carteira

Outra novidade significativa desta notícia é em relação ao novo limite de pontos na carteira que agora é de 40 pontos.

Antes dessa atualização o máximo era de 20 pontos. Contudo, há algumas condições para manter o novo limite.

Assim, se o condutor não comete infração gravíssima ele continua com os 40 pontos. Se neste período ele cometer uma infração gravíssima, o limite cai para 30 pontos.

Já quem comete duas ou mais infrações gravíssimas volta ao limite anterior de 20 pontos.

Esta regra se aplica a todas as faixas etárias, mas apresenta uma exceção, e quem tem direito a ela? Os motoristas que apresentam uma CNH de Exercício de Atividade Remunerada (EAR).

Para eles, o limite continua em 40 pontos mesmo que ele tenha cometido infrações gravíssimas.

O motivo para tal decisão se reflete à exposição que estes motoristas têm ao trânsito diariamente. Afinal, uma pessoa que dirige o dia todo tem maiores chances de cometer uma infração.

Mais pontos para se atentar no trânsito!

Além das transformações que chegaram nas pontuações e renovação, há também outras mudanças significativas no CTB.

Primeiramente, passa a ser obrigatório o uso de farol baixo mesmo durante o dia. No entanto, é para algumas situações específicas como neblina, chuva ou trechos com túneis.

Aliás, as regras para transporte de crianças mudou. Agora é indispensável que crianças com menos de 10 anos ou menos de 1,45, devem andar no banco de trás e na cadeirinha adequada.

Por fim, vale mencionar que o valor médio da multa gravíssima também teve uma atualização.

Ainda é contabilizado 7 pontos na carteira, contudo, vai custar em torno de R$ 239,47 par ao bolso do motorista.

Com estas mudanças, é fundamental se atentar quando estiver dirigindo. Esta é mais uma maneira de levar os motoristas a serem mais conscientes, promovendo um trânsito mais seguro para todos.

Viu a importância de conferir estas informações? Não deixe de compartilhá-la com idosos com mais de 60 anos que têm CNH da sua família.

E para não perder outras mudanças significativas no Brasil, te convidamos a conferir outras notícias que trouxemos aqui no Brasileiro Trabalhador.

Moysés Batista
Escrito por

Moysés Batista