Lula sanciona nova lei para o INSS! Veja o que muda para os beneficiários

A notícia de que Lula sanciona novas leis para o INSS podem ajudar bastante os brasileiros. Ao longo dos últimos meses, o INSS tem passado por algumas alterações para se adaptar melhor às necessidades dos trabalhadores.

Lula sanciona nova lei para o INSS! Veja o que muda para os beneficiários
Foto: Jeane de Oliveira/FDR

E até algumas mudanças que não são diretamente sobre o INSS podem impactar decisivamente o benefícios. Uma delas é que o presidente Lula deve promover um aumento do salário-mínimo, o que também elevará os valores da aposentadoria.

Isso porque, anualmente, os valores da aposentadoria dos trabalhadores brasileiros são corrigidos com base no salário-mínimo, então qualquer aumento também impactará no bolso do beneficiário, veja mais detalhes!

Conheça a nova lei sancionada pelo presidente para o INSS

Recentemente, a presidência sancionou um projeto de aumento de 6,37% no valor do salário-mínimo. Dessa maneira, o montante saltaria dos atuais R$ 1.412,00 para R$ 1.502,00 no exercício de 2015, um aumento de 90 reais de maneira projetada.

Além disso, deve-se corrigir com a inflação, e tomando como base o ano de 2023, com pouco mais de 3%, o salário-mínimo ficar na faixa dos R$1.510,00. 

Porém, vale ressaltar que este valor não é fixo, visto que pode sofrer uma série de mudanças em relação a acontecimentos econômicos, como a própria inflação e outros dados ao decorrer do ano.

A correção para as aposentadorias do INSS

O valor da aposentadoria é calculado com base no salário-mínimo. Portanto, qualquer aumento também impacta no INSS. Dessa maneira, caso a projeção seja cumprida, o teto da aposentadoria irá ultrapassar os 8 mil reais.

Segundo os cálculos mais apurados, o valor máximo da aposentadoria pelo INSS ficaria na faixa dos R$8.100,00, um pouco mais ou um pouco menos. Novamente, mudanças no cenário econômico podem mudar os valores.

Conheça outras novas regras do INSS

Conforme já mencionado, ao longo de 2024, o INSS vem apresentando algumas mudanças para o contribuinte brasileiro. E a principal foi a idade mínima, com um cálculo progressivo para os próximos anos.

Dessa maneira, a partir de 2025, a idade mínima é de 64 anos para homens e 59 anos para mulheres, enquanto em 2026 a idade é de 64 anos e meio para os homens e 59 anos e meio para as mulheres.

Há também uma nova fórmula de cálculo 86/96 que permite a aposentadoria a partir dos 30 anos de contribuição para as mulheres e 35 anos para os homens.

Recentemente, o INSS também finalizou o auxílio de R$1.400,00, que foi pago anteriormente, mas não está mais válido. No lugar, o INSS disponibilizou alguns benefícios duplos para determinados públicos a partir dos 60 anos de idade.

Como encaminhar a aposentadoria pelo INSS

Com as mudanças recentes do INSS, muita gente vem tendo bastante dúvida. Isso porque você pode escolher diferentes formas para aposentar, tanto por idade mínima quanto por tempo de contribuição.

Além disso, ao longo dos próximos anos, o cálculo progressivo vai gerar ainda mais dúvidas no público. Por isso, você precisa acompanhar de maneira próxima as atualizações e novidades.

Em caso de problemas maiores, o mais indicado pode ser procurar um advogado e consultor previdenciário para resolver as questões.

Gabriel Gonçalves
Escrito por

Gabriel Gonçalves