Novo cartão do Bolsa Família: Quem tem direito e como recebê-lo

Governo já está liberando o novo cartão do Bolsa Família, mas apenas pessoas que cumprirem com esses requisitos vão poder pedir um. Veja aqui como fazer para ter o seu sem dores de cabeça!

O novo cartão do Bolsa Família chega com funcionalidades interessantes que vão o deixar muito mais útil para os beneficiários. Mas é bom prestar atenção, porque você precisa seguir algumas regras para conseguir um. Confira aqui como ele funciona e como fazer para pegar o seu!

Recebendo dinheiro pelo Bolsa Família
Imagem: Prefeitura de Caraguá / Confira como solicitar o seu novo cartão do Bolsa Família rapidamente

Atendendo o às famílias brasileiras mais necessitadas, o Programa Bolsa Família (PBF) é um símbolo da luta do Governo Federal contra a pobreza.

Através dele o MDS (Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome) consegue disponibilizar recursos para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade através de ações sociais voltadas para a cidadania.

Mas o principal benefício que ele traz é um valor mensal de R$600, que pode subir dependendo se no grupo familiar existem crianças, adolescentes ou gestantes.

Para facilitar a vida dos inscritos, desde o ano passado o programa vem passando por melhorias, principalmente no que diz respeito a como as pessoas acessam os recursos do programa. E uma das maiores novidades é a chegada do novo cartão do Bolsa Família.

Novo cartão do Bolsa Família

Quem recebe o Bolsa Família já está familiarizado com o cartão que todo beneficiário recebe para sacar o benefício, mas o novo modelo vai muito além disso.

O novo cartão se aproxima mais de um cartão de débito bancário, onde o usuário pode usar o dinheiro depositado em sua conta como quiser.

Por exemplo, entre os novos recursos, podemos destacar que agora ele funciona em maquininhas, para pagar contas, algo que foi possível ao incluir um chip e senha que o usuário ativa na hora que pega o seu.

Mas ele também dá a opção de comprar online, assim como fazer transferências, usando o aplicativo do Caixa Tem. Inclusive, é possível fazer pagamentos via WhatsApp.

Outro ponto no qual ele se destaca é a segurança. A tecnologia usada na sua fabricação bloqueia compras e movimentações financeiras suspeitas, então você pode ficar tranquilo.

Como conseguir o seu?

O novo cartão do Bolsa Família será entregue a todos os beneficiários do programa e nem é preciso fazer o pedido. Por outro lado, o beneficiário precisa manter seus dados cadastrais atualizados.

Segundo as informações, o governo envia automaticamente o cartão pelos Correios para o endereço registrado no CadÚnico (Cadastro Único para Programas do Governo Federal), então estar com as informações de endereço em dia é muito importante.

Além disso, a caixa pode querer entrar em contato, então também é essencial registrar número de telefone e endereço de e-mail válidos.

E como o cartão é enviado diretamente para a pessoa responsável pelo grupo que recebe o Bolsa Família, para fazer o rastreio e ver quando ele vai chegar basta entrar no portal dos Correios e pesquisar o usando o CPF dela.

Mas pode acontecer dele não chegar diretamente na casa do beneficiário — por exemplo, em locais onde os Correios não fazem entrega — e aqui a pessoa deve procurar informações na Caixa ou em uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social).

Caso você se depare com algum outro problema, o aconselhado é entrar em contato com o canal de atendimento da Caixa Econômica, no número 0800 726 0207.

O que fazer quando o cartão fica bloqueado?

Em algumas situações você pode acabar tendo o seu cartão bloqueado e vai precisar seguir alguns procedimentos para ativá-lo novamente.

Por exemplo, se o seu novo cartão do Bolsa Família for roubado ou você acabar perdendo ele em algum lugar, sua única opção será fazer o pedido de um novo entrando em contato com a Caixa, mas ele já vem bloqueado.

Muita gente não sabe, mas se você não usar seu cartão por muito tempo ele pode ser considerado inativo, levando ao seu bloqueio. Nesses dois casos, a solução é procurar o banco ou seguir as instruções no aplicativo Caixa Tem.

Mas seu cartão também pode ser bloqueado quando o governo identificar irregularidades em seu cadastro no programa, e para resolver é preciso procurar o órgão responsável pelo Bolsa Família na sua cidade, provavelmente o CRAS.

Jaizon Carlos
Escrito por

Jaizon Carlos