PASEP faz a festa dos idosos e anuncia saque de dinheiro ‘esquecido’

Um grupo de idosos brasileiros recebeu uma excelente notícia: poderão acessar valores antes retidos pelo Banco do Brasil.

Um grupo de idosos brasileiros recebeu uma excelente notícia: poderão acessar valores antes retidos pelo Banco do Brasil. Confira, abaixo, se você faz parte dessa lista.

PASEP faz a festa dos idosos e anuncia saque de dinheiro ‘esquecido’ (Imagem: Jeane de Oliveira/FDR)

O banco anunciou a devolução de montantes a trabalhadores que contribuíram para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) até 1984.

Essa devolução é resultado de uma ação judicial que identificou falhas na gestão do PASEP, como saques indevidos e falta de capitalização de rendimentos.

Quem vai receber o PASEP atrasado?

Os trabalhadores que estiveram ativos entre 1971 e 1984 e contribuíram para o PASEP têm direito ao saque desses valores.

Isso inclui servidores públicos e empregados do setor privado com contribuições documentadas em suas carteiras de trabalho.

Para muitos, o PASEP representava uma forma de garantir uma renda extra na aposentadoria, e a restituição desses valores chega em um momento crucial, proporcionando alívio financeiro em tempos econômicos desafiadores.

Sacar dinheiro esquecido do Pasep 

  1. Baixe o aplicativo do FGTS: Disponível para Android e iOS, o app permite que você consulte e solicite o saque.
  2. Consulte seu saldo: No app, selecione a opção “Você possui saque disponível”.
  3. Solicite o saque: Escolha “Solicitar o saque do PIS/PASEP” e indique a forma de retirada, que pode ser crédito em conta ou saque presencial.
  4. Verificação e confirmação: Confira suas informações e confirme o saque.

Além do aplicativo, os trabalhadores podem ir a uma agência da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil para realizar o saque.

Em unidades lotéricas e terminais de autoatendimento, o saque em espécie é limitado a R$ 3.000 usando o Cartão do Cidadão.

  • Para herdeiros de cotistas falecidos: Os herdeiros podem sacar os valores apresentando documentos que comprovem o falecimento do titular e o direito ao benefício.
  • Isso inclui a carteira de trabalho do titular, certidão de óbito, e identificação do herdeiro, entre outros documentos. Esse processo também pode ser iniciado pelo aplicativo do FGTS, na seção “Meus Saques”.

O que acontece se não sacar o Pasep?

O prazo final para sacar esses valores é 5 de agosto de 2024.

Se você não sacar o dinheiro “esquecido” do PASEP até o prazo estipulado, os valores serão transferidos para o Tesouro Nacional. 

No entanto, você ainda terá a possibilidade de solicitar esses valores por meio de recursos administrativos por um período de até cinco anos.

Essa solicitação pode ser feita através dos canais oficiais do governo, como o aplicativo do FGTS ou diretamente nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal​.

Caso tenha dúvidas, os trabalhadores podem entrar em contato com a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil para obter mais informações e esclarecer quaisquer questões relacionadas ao saque do PASEP.

Ariel França
Escrito por

Ariel França