Estes beneficiários do INSS vão receber valores atrasados entre fevereiro e março!

Tadeu Castro

14 de março de 2023

Gostaria de receber atraso INSS? Alguns dos benefícios da Previdência Social encontram-se com o pagamento atrasado. Assim, os benefícios referentes aos meses de Fevereiro e Março devem ser recebidos fora da tabela do INSS. Veja como receber atraso INSS.

Receber atraso INSS.

Fonte: Caixa Econômica Federal.

Receber atrasado do INSS

Receber atraso INSS e os pagamentos pendentes é uma parte importante do recebimento de benefícios do INSS, pois geralmente é um pagamento único. Assim, os brasileiros já estão acostumados a receber de forma automática.

Esses valores devem ser pagos a partir da data da entrada do pedido ou na data em que se tornar elegível para receber os benefícios. Portanto, o beneficiário deve estar atento aos pagamentos para verificar se há atraso no recebimento.

Seu recibo dependerá se seu pedido foi aprovado por meio do processo administrativo do INSS ou do processo judicial. Assim, ambos poderão ser acompanhados pelo solicitante pelo celular ou computador.


Pedido administrativo de pagamentos do INSS

Se você fez uma solicitação administrativa de assistência social ao INSS e ela foi aprovada, você receberá uma carta de aprovação em casa. Ou seja, o primeiro passo de solicitação do benefício e do pagamento é através do pedido administrativo.

Assim, não havendo erros nos documentos apresentados, o INSS aprova a solicitação do pedido realizado pelo beneficiário. Portanto, caso o solicitante esteja satisfeito com o valor liberado, o processo administrativo se encerra.

Receber atraso INSS.

Fonte: Reprodução/Freepik.

O processo é o mais fácil e simples quando o solicitante deseja requisitar alguns ou alguns benefícios por parte da Previdência Social. O processo garante mais celeridade e acesso aos benefícios fora das vias judiciais.

Assim, a partir da assinatura, o beneficiário poderá receber o valor devido. Havendo discordância entre o valor estabelecido e o desejado, não aceite. Assim, o processo seguirá.


Processo judicial para receber do INSS

Além das vias administrativas, é possível receber os pagamentos diferidos a partir da concessão dos benefícios for determinada em um processo judicial. As vias judiciais garantem a participação do juiz na análise do benefício.

No entanto, eles não serão pagos na primeira vez, mas por meio de pequenos pedidos ou precatório. Ou seja, o pagamento devido a partir de uma decisão judicial, não será necessariamente pago de uma única vez.

Fonte: Reprodução/Freepik.

Em caso de litígio, a sentença e o conflito é encaminhado aos peritos contábeis tão logo seja feita a liquidação da conta e o valor do INSS deve ser recolhido ao segurado que teve seu benefício aprovado.

Portanto, o segurado não tem direito a pagamentos retroativos, exceto após homologação pelo juiz. Assim, vale a pena analisar em qual desses dois procedimentos vale a pena solicitar os valores a receber e o benefício.


Papel do advogado na solicitação

Mesmo na preparação para solicitar benefícios, muitas vezes é necessária a intervenção de um advogado da Previdência Social. O profissional irá indicar o benefício específico e a juntada de documentos corretas.

Assim, tal profissional irá orientá-lo, não apenas informando sobre seus direitos, mas mostrando a forma correta de solicitar os benefícios e os documentos corretos.

Receber atraso INSS.

Fonte: Reprodução/Freepik.

Portanto, a análise correta dos documentos antes da solicitação é fundamental e, além de aliviar a ansiedade dos segurados que costumam ter dúvidas sobre esses procedimentos, faz uma grande diferença.

Para aqueles que já entraram com ação e estão sendo prejudicados pela demora do INSS, também é importante que o advogado entre com pedido de execução e peça ao juiz que obrigue o INSS a analisar seu pedido.

Assim, nos casos de procedimentos judiciais, o benefício deverá apresentar atrasos no pagamento. A análise já parte do atraso (mais de 60 dias). Espero o atraso no recebimento para ingressar com a ação judicial.

Tadeu Castro
Escrito por

Tadeu Castro

Tadeu Castro é formado em Direito e graduando em Jornalismo. Atua como redator desde 2018 e está sempre pesquisando sobre os direitos dos aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS, afim de reunir e compartilhar informações atualizadas e confiáveis para nossos leitores.