Com estes passos SIMPLES famílias têm mais chances de receber o Auxílio Gás

Confira dicas importantes que vão te dar mais chances de receber o Auxílio Gás. Confira as regras do programa, incluindo quem pode participar e quanto vai receber!

Você sabia que seguir alguns passos simples pode te garantir mais chances de receber o Auxílio Gás? O programa tem ajudado milhares de famílias por todo Brasil, mas é preciso cumprir com uma série de requisitos para participar!

Pessoa segurando cartão do Vale Gás
Imagem: Jeane de Oliveira – FDR / Confira aqui como aumentar suas chances de receber o benefício em 2024

Comumente chamado de “Vale-gás”, ele foi criado pelo governo federal para garantir que as famílias mais carentes tenham acesso ao gás de cozinha.

As famílias que participam recebem, a cada dois meses, um valor variável para ajudar na compra de um botijão de 13 kg de gás liquefeito de petróleo, também conhecido como GLP.

No início, o benefício era equivalente a 50% do preço médio nacional de referência do botijão, mas o governo mudou isso e hoje ele cobre 100%.

Para receber, a família precisa fazer parte do Programa Bolsa Família (PBF) e estar com os dados atualizados no CadÚnico (Cadastro Único).

Além disso, o governo também dá preferência para famílias com base nos seguintes critérios:

  • Famílias com mulheres vítimas de violência doméstica sob medidas protetivas;
  • Famílias com menor renda por pessoa; 
  • Famílias com maior quantidade de pessoas.

Entretanto, apenas cumprir os requisitos e estar na lista de prioridade não garante que uma família vai receber o benefício. Só para você ter uma ideia, das quase 21 milhões de famílias no PBF, apenas cerca de 6 milhões recebem o Vale-gás!

Como ter mais chances de receber o Auxílio Gás?

Mas embora não exista garantia de entrar no programa, existem alguns passos simples que você pode seguir para ter mais chances de receber o Auxílio Gás.

Obviamente, o primeiro passo é entender bem as regras para saber se você tem direito ao benefício e para isso basta conferir todas as regras na sua página, no portal da Caixa Econômica.

Atualize seu CadÚnico

Estar inscrito no CadÚnico é um dos pré-requisitos do Vale-gás, mas também é preciso que as informações registradas no sistema sejam as mais atuais possíveis.

Ele serve como um banco de dados do governo federal onde ficam reunidas as informações das famílias mais pobres do país, servindo como porta de entrada — e única forma de acesso — a diversos programas do governo.

Para se inscrever no CadÚnico ou atualizar seus dados, a pessoa responsável pelo grupo familiar deve ir até uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) levando documentos como CPF e RG de todos os membros da família.

Além disso, também é necessário levar comprovante de residência e documentos que comprovem a situação financeira do grupo, caso necessário.

Mas não basta só estar inscrito, todos os dados lá presentes devem estar atualizados. As regras indicam que a atualização deve ocorrer pelo menos há cada 2 anos, mas se alguma das informações registradas sofrer alterações o responsável deve informar ao CRAS imediatamente. 

Calendário de pagamento do Vale-gás

Estar dentro das regras e ter os dados atualizados no sistema é tudo que uma família precisa para receber o Auxílio-gás, embora não garanta que ela receberá o benefício. Depois disso, tudo que resta é ficar de olho no calendário de pagamentos do programa para ver se vai receber.

O Vale-gás caiu em junho, com o pagamento para os últimos beneficiados liberado a partir do dia 30 e validade de até 120 dias. Ou seja, basta abrir seu aplicativo do Bolsa Família ou Caixa Tem e conferir se o valor está lá.

Além disso, como ele é um benefício bimestral, o próximo mês de pagamento está previsto para agosto, mas o governo pode fazer mudanças no calendário caso ache necessário, então é bom ficar de olho!

Jaizon Carlos
Escrito por

Jaizon Carlos