Como Receber mais de um Benefício do INSS? Cumulação de Benefícios

Tadeu Castro

13 de julho de 2022

Muitas pessoas se interessam em saber como receber mais de um benefício do INSS e se você também é uma delas, essas informações vão te auxiliar. Veja a seguir como receber mais de um benefício INSS:

Como receber mais de um benefício INSS?

Como receber mais de um benefício INSS?

Como receber mais de um benefício INSS?

O INSS é a instituição responsável pela avaliação e pelo pagamento de diversos benefícios fundamentais para aposentados, pensionistas e trabalhadores brasileiros.

Através da instituição, os beneficiários podem enviar a solicitação de recursos como a própria aposentadoria, como o seguro desemprego e o auxílio maternidade.

O que nem todo mundo sabe é se é possível receber mais de um benefício ao mesmo tempo no INSS. Será que é possível, por exemplo, receber aposentadoria e pensão.

✓ Veja também:

Como receber mais de um benefício INSS?

Fonte: INSS

É evidente que, em algumas situações, não é possível em nenhum sentido manter ambos recebimentos como o seguro desemprego e o auxílio doença, por exemplo. Pois, as definições de um anulam as definições da outra.

Entretanto, ainda é possível receber multos benefícios em situações admitidas pela organização da Previdência Social.

Bem, você entenderá como esses cumulação de benefícios INSS ficou depois da Reforma da Previdência.


Cumulação de benefícios INSS pós Reforma da Previdência

Mesmo antes da Reforma da Previdência, muito se questionada quanto a cumulação de benefícios na instituição. E após a definição dessas mudanças, ficou decidido a partir do artigo 24 , §1º que:

  • acúmulo de duas pensões por morte do cônjuge ou companheiro vinculadas a regimes de previdência social diferentes;
  • acúmulo de pensão por morte do cônjuge ou companheiro com pensões decorrentes de atividades militares;
  • acúmulo de pensão por morte deixada por cônjuge ou companheiro com aposentadoria concedida no âmbito do Regime Geral de Previdência Social ou de regime próprio de previdência social;
  • acúmulo de pensão por morte deixada por cônjuge ou companheiro com proventos de inatividade decorrentes de atividades militares;
  • acúmulo de pensões decorrentes de atividades militares com aposentadoria concedida no âmbito do Regime Geral de Previdência Social ou de regime próprio de previdência social.

Sendo assim, podemos concluir que já a possibilidade de recebimento da aposentadoria mais a pensão por morte, desde que estejam de acordo com as regras previstas.

✓ Fique por dentro das informações mais importantes:


Como receber mais de um renefício do INSS em valores integrais

Como você já pôde conferir, é possível receber dois benefícios INSS. Entretanto, há uma cláusula para qual o beneficiário deve estar atento.

Como receber mais de um benefício INSS?

Fonte: Exame

De acordo com a Reforma da Previdência, o beneficiário que passa a receber aposentadoria e pensão por morte simultaneamente não recebe mais os valores integrais dos recursos.

Neste caso, será necessário selecionar um dos benefícios, espera-se que o mais vantajoso deles, para receber de forma integral. Enquanto isso, o outro será pago de maneira parcial ao cidadão.

Logo abaixo, você pode conferir melhor como funcionam as regras para pagamento de benefício acumulado no INSS:

  • Se o valor integral do benefício fica entre 1 e 2 salários-mínimos, você receberá 60%
  • Se o valor integral fica entre 2 e 3 salários-mínimos, você receberá 40%
  • Se o valor integral fica entre 3 e 4 salários-mínimos, você receberá 20%
  • Se o valor integral fica acima de 4 salários-mínimos, você receberá 10%

Como solicitar benefícios no INSS?

Hoje em dia, os beneficiários podem ter acesso aos seus processos, assim como datas de pagamento e solicitações de maneira muito simples. Abaixo você confere as opções de acesso:

Fonte: Meu INSS

Por fim, quem ainda tem duvidas em como o aplicativo INSS funciona, vale a pena conferir o vídeo a seguir:

Tadeu Castro
Escrito por

Tadeu Castro

Tadeu Castro é formado em Direito e graduando em Jornalismo. Atua como redator desde 2018 e está sempre pesquisando sobre os direitos dos aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS, afim de reunir e compartilhar informações atualizadas e confiáveis para nossos leitores.