Governo explica REGRA de ouro para continuar recebendo o Bolsa Família; e é OBRIGATÓRIO

Se você ainda não sabe qual é a REGRA de ouro para continuar recebendo o Bolsa Família, este artigo veio na hora certa para te mostrar!

REGRA de ouro para continuar recebendo o Bolsa Família tem como base o cuidado e atualização dos dados cadastrais. Afinal, com beneficiados em todo o Brasil, o governo precisa garantir que todas as pessoas inclusas, estejam de acordo com os critérios estabelecidos.

O Bolsa Família, ao contrário do que muitos pensam, não se trata apenas de dar dinheiro à familia na linha da pobreza.

Portanto, o programa também tem uma verdadeira preocupação com a saúde e bem-estar de crianças, além da sua escolaridade. Mães, sejam elas gestantes ou não, também entram no foco do programa, que, segundo o próprio governo, reduziu em mais de 90% o número de crianças que vive na linha da pobreza.


O que fazer para continuar recebendo o Bolsa Família?

Se você não quer perder o benefício, é necessário comparecer até o final do mês de junho em uma das Unidades de Atenção Primária à Saúde. Estas unidades se referem às Clínicas de Família (CF) e os Centros Municipais de Saúde (CMS).

Uma pessoa com dinheiro na mão e o cartão do Bolsa Família. Agora ela sabe qual é a REGRA de ouro para continuar recebendo o Bolsa Família
Imagem: Reprodução/Bolsa Família

O foco principal do governo é acompanhar crianças de até 7 anos e mulheres que têm entre 14 e 44 anos, gestantes ou não.

Em relação às crianças, sobretudo, com menos de 5 anos, a principal preocupação do governo é a vacinação em dia, incluindo as doses para a COVID 19. Para pequenos a partir dessa idade, o foco é o peso e tamanho, garantindo que estejam se alimentando corretamente.

Em relação às gestantes, a verificação é em relação ao pré-natal. Este processo é indispensável para ter uma gestação mais segura, garantindo um parto humanizado para todas as crianças.

Ao se dirigir à unidade onde você fará a verificação, não deixe de levar consigo alguns documentos como:

  • Caderneta de Vacinação (para crianças);
  • Cartão da gestante;
  • Cartão Nacional de Saúde (CNS);
  • Número de Identificação Social (NIS).

O que acontece se eu não atualizar meus dados?

A princípio, o beneficiado não é excluído do programa, no entanto, pode haver uma suspensão de 30 a 60 dias. Neste período é fundamental atualizar os seus dados conforme indicado. Assim, é possível voltar a receber o Bolsa Família.

Algumas crianças correndo na rua
Imagem: Reprodução/Freepik

Por outro lado, se você não atualizar as informações neste período, há o cancelamento definitivo da sua família no programa.

Agora que você já sabe a REGRA de ouro para continuar recebendo o Bolsa Família, não deixe de fazer sua parte para continuar no programa.

Esta é uma das maneiras que o governo encontra de combater fraudes enquanto promove um cuidado maior com crianças e mulheres no país.

Afinal, como destacamos inicialmente, o pagamento do benefício é apenas uma das facetas do programa, que se preocupa com a escolarização, alimentação e saúde de cidadãos em todos os estados.

Dessa forma, atualizando os seus dados e mantendo as informações em dia, você não apenas garante seu benefício, como também ajuda o governo.

E se você ainda não viu as últimas informações sobre o Bolsa Família, aqui no Brasileiro Trabalhador, você tem a garantia de estar sempre atento à notícias importantes como esta!

Moysés Batista
Escrito por

Moysés Batista