INSS atualiza lista de pessoas que vão ter APOSENTADORIA ESPECIAL; confira se você é uma delas

O INSS acaba de liberar a nova lista de pessoas com direito a aposentadoria especial e algumas profissões contempladas surpreendem!

A nova lista de pessoas com aposentadoria especial pegou muita gente de surpresa. O benefício, que é destinado para pessoas que ficam expostas a “agentes prejudiciais à saúde” como médicos e bombeiros, agora contempla também profissões como jornalistas.

Bombeira segurando a respiração devido à gases nocivos
Imagem: Freepik / Nova lista mostra quais profissões têm direito à aposentadoria especial

Para quem não conhece a aposentadoria especial, ela é uma modalidade de aposentadoria do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que permite que os segurados se aposentem mais cedo e com salários maiores.

Antigamente esta era uma das aposentadorias mais benéficas para os trabalhadores, porém foi altamente prejudicada com a reforma previdenciária, que alterou tanto os requisitos quanto o cálculo do benefício.

Mesmo assim, a aposentadoria especial ainda é uma opção válida para diversas pessoas, mas é preciso se atentar às regras para saber se você tem direito.

INSS divulga a nova lista de pessoas com aposentadoria especial

Antes de mais nada, para ter direito, o segurado precisa comprovar que no seu trabalho fica exposto a agentes que coloquem sua saúde em risco, como calor, ruído e substâncias tóxicas.

Além disso, ele também precisa cumprir com outros requisitos, como carência comprovadas de pelo menos 180 meses de contribuição com a previdência, tempo mínimo de trabalho e idade mínima.

Dependendo do alguns critérios o INSS classifica o trabalho conforme seu risco em três categorias e cada uma delas possui suas próprias exigências para aposentadoria, conforme a tabela abaixo:

Nível do risco Exigência
Baixo
25 anos de profissão + idade mínima de 60 anos
Médio
20 anos de profissão + idade mínima de 58 anos
Alto
15 anos de profissão + idade mínima de 55 anos

E logo abaixo você encontrará a nova lista de pessoas com aposentadoria especial para as 3 categorias!

Profissões que dão direito a aposentadoria especial com 25 anos de atividade:

  • Aeroviário;
  • Auxiliar de Enfermeiro / Tinturaria / Serviços Gerais em condições insalubres;
  • Bombeiro;
  • Cirurgião;
  • Dentista;
  • Eletricista;
  • Enfermeiro;
  • Engenheiros químicos, metalúrgicos e de minas;
  • Químicos industriais, toxicologistas;
  • Jornalista;
  • Médico;
  • Mergulhador;
  • Metalúrgico;
  • Mineiros de superfície;
  • Motorista de ônibus;
  • Motorista de Caminhão (acima de 4000 toneladas);
  • Técnico em laboratórios de análise e laboratórios químicos / radioatividade;
  • Trabalhadores em extração de petróleo;
  • Transporte ferroviário, urbano e rodoviário;
  • Tratorista (Grande Porte);
  • Operador de Caldeira;
  • Operador de Raios-X;
  • Pescadores;
  • Pintor de Pistola;
  • Professor;
  • Soldador;
  • Supervisores e Fiscais de áreas;
  • Tintureiro;
  • Vigia Armado, (Guardas).

Profissões que dão direito a aposentadoria especial com 20 anos de atividade:

  • Extrator de Fósforo Branco / Mercúrio;
  • Fabricante de Tinta;
  • Fundidor de Chumbo;
  • Laminador de Chumbo;
  • Moldador de Chumbo;
  • Trabalhador em Túnel / Galeria Alagada / locais de subsolo;
  • Carregador de Explosivos;
  • Encarregado de Fogo.

Profissões que dão direito a aposentadoria especial com 15 anos de atividade:

  • Britador / operador de britadeira de rocha subterrânea / perfurador de Rochas em Cavernas;
  • Carregador de Rochas;
  • Cavouqueiro;
  • Choqueiro;
  • Mineiros no subsolo;

Mas esses são apenas alguns dos principais exemplos, mas nesta lista do portal Valor é possível conferir todas as profissões que se enquadram para a aposentadoria especial.

Como solicitar a aposentadoria especial em 2024

Como já dissemos, para solicitar a aposentadoria especial o trabalhador precisa cumprir com os critérios tempo de trabalho e idade mínima. Porém, é necessário comprovar que seu trabalho apresenta riscos, apresentando documentos como o PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário).

Além disso, ele vai precisar também de um laudo emitido por um profissional autorizado, como um médico ou um engenheiro de segurança do trabalho.

Com os documentos em mãos, a solicitação da aposentadoria pode ser feita online, pelo Meu INSS. Confira como:

  1. Acesse o site ou aplicativo do Meu INSS;
  2. Faça login com suas credenciais ou crie uma conta se for preciso;
  3. Clique na opção “Novo Pedido”;
  4. Selecione “Aposentadoria por Tempo de Contribuição”;
  5. Preencha os dados, incluindo o período no qual trabalhou enquanto exposto a agentes nocivos;
  6. Anexe os documentos.

A análise do INSS demora até 45 dias e você consegue acompanhar tudo pela própria plataforma. Mas se preferir, também é possível fazer tudo isso ligando para a Central de Atendimento no número 135.

Jaizon Carlos
Escrito por

Jaizon Carlos