Valores extras do INSS vão começar a ser pagos a partir de 17 de março; veja calendário

Tadeu Castro

10 de março de 2023

O Pagamento extra INSS 2023 foi liberado. A notícia animou aposentados e pensionistas do INSS que poderão receber valores adiantados, antecipando as datas previstas nos calendários de pagamento do INSS. Confira no textos baixo como o Governo realizou o pagamento extra INSS 2023.

Pagamento Extrato INSS 2023.

Fonte: Reprodução/Freepik.

Pagamento extra INSS 2023

Considerando as altas chuvas que avassalaram o litoral norte do Estado de São Paulo, o Governo Federal viu a necessidade de realizar medidas de apoio e suporte às famílias que prejudicadas pela chuva.

Assim, através do MPS/INSS n.º 31/2023, as cidades de Guarujá, Bertioga, São Sebastião, Caraguatatuba, Ilhabela e Ubatuba foram contempladas com o benefício do INSS de antecipação dos valores a receber e com o pagamento extrato INSS 2023.

Pagamento extrato INSS 2023.

Fonte: Reprodução/Freepik.

A partir de 27 de março, quem recebe pensão, aposentadoria ou assistência, poderá receber um valor adicional igual a um mês de auxílio. Assim, as famílias desamparadas poderão ter acesso aos benefícios para cobrir os gastos.

Desta feita, informou o Governo Federal no dia 22 de Fevereiro (último mês), que o benefício segue até que a situação no litoral norte deja amenizada. No entanto, benefícios temporários não fazem parte desse processo.

pagamento extra INSS 2023

Fonte: Reprodução/Freepik.

A previsão permanece enquanto o desastre continuar. Nos próximos dias, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai publicar uma norma que regulamenta as expectativas de valor e estabelece outras medidas.

Para tal, espera-se que a lista com os serviços priorizados na análise e conclusão dos pedidos de benefícios das áreas afetadas pelas chuvas sejam mencionados. Não obstante, aguarda-se pelo abrandamento nas análises pro parte do INSS.


Brasileiros beneficiados

Com a medida governamental, estima-se que mais de 12 mil pessoas sejam beneficiadas com a antecipação dos pagamentos relativos ao INSS, aos aposentados e pensionistas.

Portanto, a Previdência Social também está arrecadando novas solicitações de antecipação de benefícios de pessoas oriundas das regiões prejudicadas pelas chuvas.

Fonte: Reprodução/Freepik.

Assim, espera-se que mais de R$ 220 milhões do INSS. Portanto, o Governo Federal se articula para dirimir ao máximo o número de brasileiros em situação de calamidade pública.

É importante que o segurado interessado no adiantamento comunique sua intenção ao banco do qual recebe os benefícios. O prazo para seleção pré-pago é de 17/03 a 20/03.

De acordo com o portal do Governo Federal, o valor extra, referente a um mês de benefício, estará disponível a partir do dia 27 de março para todos que recebem aposentadoria, pensão ou benefício assistencial.

Vale ressaltar que os benefícios temporários não entram nesse critério. A antecipação vai durar durante todo o estado de calamidade.


Benefício extra para moradores de São Paulo

Segundo os meteorologistas, as tragédias no litoral foram originadas por uma mescla de eventos como chuva, vento e fatores oceânicos fez com que o litoral norte paulista fosse alvo de um evento extremamente histórico e extremo.

Estima-se que mais de 1700 brasileiros tenham ficado feridos. Além disso, 40 mortos e 766 ficaram desabrigados. O ocorrência é fruto dos deslizamentos e das enchentes causadas pelas chuvas.

Assim, infelizmente, espera-se que até o final de março, os números e estimativas aumentem. Mais corpos devem ser encontrados e o número de brasileiros feridos não diminui, mesmo com as intensas mobilizações.

Em uma área relativamente pequena entre as cidades de Santos e Ubatuba, a formação de uma área de baixa pressão – que tende a formar nuvens – aumentou a precipitação, segundo meteorologistas.

Essa baixa pressão também faz com que as brisas marítimas aumentem. Assim, o evento atraiu umidade e elevou o nível do mar. Portanto, à medida que o nível do mar sobe, torna-se mais difícil drenar a água da chuva.

Os fatores climáticos culminaram nas tragédias que tomaram os noticiários desde fevereiro de 2023. A combinação de fatores meteorológicos foi o estopim perfeito à tragédia.

Portanto, algumas cidades recebera mais de 600 mm de chuva em apenas 2 horas. Assim, em muitos estados, tal marca de mm de chuva é atingida após meses de chuva e mudanças climáticas.

Tadeu Castro
Escrito por

Tadeu Castro

Tadeu Castro é formado em Direito e graduando em Jornalismo. Atua como redator desde 2018 e está sempre pesquisando sobre os direitos dos aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS, afim de reunir e compartilhar informações atualizadas e confiáveis para nossos leitores.