Pix ganha turbinada e vai contar com nova forma de pagamento

O Banco Central já deu a informação que o Pix ganha turbinada e vai contar com uma nova forma de pagamento. O recurso que conquistou o Brasil terá uma série de atualizações nos próximos meses.

Pix ganha turbinada e vai contar com nova forma de pagamento
Foto: Divulgação/FDR

E o BC já informou que a partir do primeiro semestre de 2025, o Pix vai permitir o pagamento por aproximação, trazendo mais uma tecnologia para o atual principal método de pagamento do Brasil.

E a nova funcionalidade já deve entrar em testes ainda no decorrer de 2024, e você pode conferir mais detalhes sobre a inovação!

Pix terá pagamento por aproximação

Atualmente, o Pix é o principal método de pagamento do Brasil, funcionando para transações financeiras entre pessoas e empresas. Isso porque eliminou as taxas e facilitou o envio e o recebimento de dinheiro.

As pessoas podem usar suas chaves Pix, links, códigos e até mesmo os populares QR Code’s para fazer as transações financeiras. E de acordo com com o BC, a partir de agora terá o pagamento por aproximação.

Nesse sentido, a abertura de um open finance com o Pix vai permitir a utilização do método em carteiras digitais. Hoje em dia, já é possível utilizar os cartões de crédito nesse formato, pagando com a aproximação do celular.

E o Pix funcionará da mesma maneira, permitindo que o usuário armazene o Pix na carteira do celular. Isso permitirá que você realize pagamentos sem ter que abrir o aplicativo do banco.

O processo vai facilitar bastante, principalmente economizando tempo. Por mais que o país já seja bem conectado, a internet ainda tem problemas no Brasil. Por isso, há os esforços de deixar os pagamentos mais offlines.

Quando será a implementação?

De acordo com o Banco Central do Brasil, ao longo de julho e agosto os órgãos responsáveis farão maiores análises das questões de funcionalidades e protocolos de segurança para a implementação do formato de pagamento com o Pix.

Os primeiros testes de utilização devem sair até novembro de 2024, com a proposta de anúncio oficial do recurso para o público no fim de fevereiro de 2025. Porém, todas essas datas estão sujeitas à alteração.

Conheça mais sobre a Agenda BC#

O Pix foi um dos maiores avanços recentes no Brasil, facilitando muito a aplicação dos pagamentos em território nacional. O objetivo é justamente permitir maior inclusão digital e dar mais espaço de crescimento para as empresas brasileiras.

Por isso, o Banco Central conta com a Agenda BC#, que prevê uma série de inovações para tornar a experiência com o Pix ainda mais vantajosa para lojistas e consumidores brasileiros.

E dentro das propostas, prevê-se uma série de tecnologias, como os pagamentos por aproximação e até os pagamentos offline, um dos principais objetivos da Agenda BC# para dinamizar ainda mais o Pix.

Além disso, as empresas investem continuamente em segurança. Atualmente, o Pix ainda enfrenta muitos problemas, sobretudo em razão da violência e das vulnerabilidades de golpes.

Portanto, a história do Pix está apenas começando, e a tendência é que os próximos anos sejam recheados de inovações para o público brasileiro.

Gabriel Gonçalves
Escrito por

Gabriel Gonçalves