Famílias do Bolsa Família receberão R$ 700 em junho com novo Benefício; veja como se qualificar

As famílias beneficiárias do Bolsa Família em junho vão receber um valor adicional importante, alcançando um valor médio de R$ 705,40, um recorde histórico.

As famílias beneficiárias do Bolsa Família em junho vão receber um valor adicional importante, alcançando um valor médio de R$ 705,40, um recorde histórico. Confira, abaixo, como funcionarão os pagamentos.

Famílias do Bolsa Família receberão R$ 700 em junho com novo Benefício; veja como se qualificar (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Além dos R$ 600 garantidos, haverá adicionais de:

  • R$ 150 por criança de até seis anos
  • R$ 50 por dependente de sete a dezoito anos ou gestante. 

O pagamento do Bolsa Família seguirá o calendário tradicional, começando no dia 17 de junho para aqueles com o Número de Identificação Social (NIS) final 1, e se estendendo até o dia 30 para os beneficiários com NIS final 0.

As famílias em municípios reconhecidos em estado de calamidade pública terão o pagamento liberado de uma vez, sem seguir a ordem do NIS, como forma de suporte emergencial​.

Calendário do Bolsa Família em Junho

O Auxílio Gás, destinado a ajudar na compra do botijão de gás de cozinha, também será pago em junho, nas mesmas datas do Bolsa Família. 

O calendário de pagamento segue a ordem crescente do último dígito do Número de Inscrição Social (NIS) de cada beneficiário, veja:

  • NIS final 1: 17 de junho (antecipado para famílias em situação de calamidade)
  • NIS final 2: 18 de junho
  • NIS final 3: 19 de junho
  • NIS final 4: 20 de junho
  • NIS final 5: 21 de junho
  • NIS final 6: 24 de junho (antecipado para sábado, 22 de junho)
  • NIS final 7: 25 de junho
  • NIS final 8: 26 de junho
  • NIS final 9: 27 de junho
  • NIS final 0: 28 de junho

Inscrição no Bolsa Família

Cadastro no CadÚnico: O responsável pela família deve comparecer a um posto de atendimento da assistência social, como um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). É necessário levar os seguintes documentos:

  • Responsável pela Unidade Familiar (RF)
  • Documento de identificação com foto (RG ou CNH);
  • CPF ou Título de Eleitor;
  • Comprovante de endereço (preferencialmente a conta de luz);
  • Demais Membros da Família
  • CPF (preferencialmente);
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Documento de identificação com foto (RG ou carteira de trabalho).

Entrevista no CRAS: Durante a visita ao CRAS, será realizada uma entrevista para coletar informações socioeconômicas da família. A entrevista pode durar cerca de uma hora, então é importante se programar adequadamente​.

Outros benefícios do Cadastro Único

Ao se inscrever no CadÚnico, as famílias podem ter acesso a diversos benefícios e programas, destinados a melhorar a qualidade de vida e oferecer suporte em diferentes áreas. Aqui estão alguns dos principais benefícios:

  1. Benefício de Prestação Continuada (BPC): Auxílio financeiro para idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência, ambos em situação de vulnerabilidade social, garantindo um salário mínimo mensal​.

  2. Tarifa Social de Energia Elétrica: Desconto na conta de luz para famílias de baixa renda, que pode chegar a até 65% dependendo do consumo e da situação da família​.
  3. Minha Casa Minha Vida: Programa habitacional que oferece condições facilitadas para a compra da casa própria para famílias de baixa renda.
  4. Carteira do Idoso: Documento que garante acesso a passagens interestaduais gratuitas ou com desconto para idosos de baixa renda.
  5. Isenção de Taxas em Concursos Públicos: Direito à isenção da taxa de inscrição em concursos públicos federais para famílias inscritas no CadÚnico e com renda familiar per capita de até meio salário mínimo.
  6. Água Para Todos: Acesso a cisternas e outras tecnologias de acesso à água para famílias de baixa renda em áreas rurais e semiáridas.
  7. Programa Criança Feliz: Acompanhamento e suporte para o desenvolvimento infantil de crianças em situação de vulnerabilidade, promovendo o desenvolvimento cognitivo e motor nos primeiros anos de vida​.
  8. Auxílio Emergencial: Durante períodos de crise, como a pandemia de COVID-19, o Governo Federal disponibiliza auxílios financeiros temporários para famílias inscritas no CadÚnico e que se enquadram nos critérios definidos pelo programa.

Além desses, vários estados e municípios têm programas próprios que utilizam o CadÚnico como base para concessão de benefícios locais, como distribuição de cestas básicas, vale-gás, e programas de assistência social específicos para a região.

Ariel França
Escrito por

Ariel França