Consultar Benefício INSS 2023 passo a passo (Meu INSS)

Tadeu Castro

30 de janeiro de 2023

Veja neste artigo como consultar benefício INSS, ferramenta que pode ser realizada até mesmo pelo celular. Assim, você fica atento a todos os passos e novidades no seu processo do INSS.
Consultar benefício INSS.

Fonte: Reprodução.

Consulta aos benefício do INSS

O número de pessoas que recorrem aos órgãos do INSS para verificar a situação dos benefícios é enorme, refletindo os dados alarmantes do Instituto. Só em 2019, as instituições de segurança social registaram mais de 1,8 milhões de pedidos de avaliação.
Como se não bastasse a dor de cabeça para solicitar um novo benefício, os segurados ainda enfrentam quilômetros de filas. Porém, você sabia que pode acompanhar sua futura aposentadoria sem sair de casa?

Como consultar benefício do INSS passo a passo?

Passo 1: Acessar o site do Governo Federal
  • O primeiro passo para consultar o benefício do INSS, é acessar o site do gov através deste link.

Fonte: Print de tela.

Passo 2: Acompanhar pedido

  • Após entrar na tela acima, click na opção acompanhar pedido e preencha seus dados que foram anteriormente cadastrados em sua conta no site do governo.
Consultar benefício INSS.

Fonte: Print de tela.

  • Alertamos que, caso você não tenha um cadastro ainda, é necessário criar uma conta. Preencha com seus dados e guarde bem a senha. A senha é pedida em todos os processos que são feitos no site do gov.br.
Passo 3: Verifique o processo de benefício
  • Caso você tenha solicitado seu benefício, ele irá aparecer nessa tela. O site do gov é muito intuitivo. Além disso, para quem deseja mais facilidade ainda, você pode baixar o app “Meu INSS“, disponível na Play Store e na Apple Store.

    Consultar benefício INSS.

    Fonte: Print de tela.


Cadastro no App Meu INSS passo a passo

Atualmente, o governo federal tem investido em mecanismos para facilitar o acesso à informação e aos serviços disponíveis à população. Assim, para evitar que os futuros aposentados e pensionistas não peguem filas, o app foi criado.

Assim, após o acesso nas plataformas de aparelhos android ou iOS, o usuário poderá preencher todas as suas informações no aplicativo, evitando o número grande de filas e o desgaste físico e emocional esperando pelo atendimento.

No entanto, o usuário deve estar atento às informações exigidas para o preenchimento e pedido do benefício. Caso contrário, o candidato está sujeito a ter seu pedido de benefício do INSS negado por falta de documentos.

Pedido do benefício negado

Os pedidos contra o INSS são, em sua maioria, relativos a pensão por invalidez e auxílio-doença, todos indeferidos – todos os pedidos de subsídio de invalidez rejeitados.
Para receber a indenização, em caso de incapacidade para o trabalho – que pode ser temporária ou permanente – o segurado deve ser examinado por um médico do INSS que avalia se ele realmente reúne as condições para receber.
O grande problema é que esses médicos não são especialistas, ou seja, não possuem o conhecimento necessário para avaliar pacientes com determinadas patologias. Portanto, a via judicial é uma boa forma de obter indenização.
Além disso, os trabalhadores com doença e especialmente as pensões por invalidez geralmente representam grandes custos para a seguridade social. Como resultado, nota-se uma grande número de negativas à esses benefícios, deixando todos os segurados elegíveis incapazes de recebê-los.
Após a negativa, existem três opções:
  1. Aceitar a decisão;
  2. Apresentar reclamação administrativa;
  3. Entrar com uma ação judicial.

Dessa forma, mesmo após a negativa, ainda existem algumas possibilidades para os trabalhadores. Assim, infelizmente, a via judicial não é a mais rápida mas, definitivamente, é a mais segura.

Tadeu Castro
Escrito por

Tadeu Castro

Tadeu Castro é formado em Direito e graduando em Jornalismo. Atua como redator desde 2018 e está sempre pesquisando sobre os direitos dos aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS, afim de reunir e compartilhar informações atualizadas e confiáveis para nossos leitores.