Veja em quais condições o trabalhador consegue se aposentar por invalidez

Descubra como obter a aposentadoria por invalidez do INSS e conheça as doenças que isentam a carência de 12 meses de contribuição.

A aposentadoria por invalidez é um dos benefícios mais acessíveis do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), especialmente em momentos de maior vulnerabilidade para o trabalhador, ou seja, quando ele adoece gravemente e não pode mais exercer suas atividades laborais.

Veja em quais condições o trabalhador consegue se aposentar por invalidez

Como funciona a aposentadoria por invalidez?

Este benefício é concedido quando o trabalhador comprova, mediante perícia médica do INSS, permanentemente incapaz de exercer suas funções e que não pode ser realocado para outro cargo dentro da mesma empresa.

Exemplos incluem perda de movimentos, estado de cama, perda de consciência mental, e início de tratamentos médicos complexos ou paliativos.

 Veja também: CUIDADO! Aposentados podem perder benefício do INSS

Critérios para obtenção da aposentadoria por invalidez

Para ser elegível à aposentadoria por invalidez, o trabalhador deve atender aos seguintes requisitos:

  • Mínimo de 12 contribuições previdenciárias: ter feito pelo menos 12 contribuições ao INSS antes de solicitar a aposentadoria.
  • Condição de segurado: estar na condição de segurado do INSS no momento da solicitação.
  • Comprovação médica: a incapacidade deve ser comprovada por perícia médica do INSS. Documentos e laudos médicos de outros profissionais podem auxiliar na avaliação.

Doenças que isentam da carência do INSS

Embora não exista uma lista fixa de doenças que garantam automaticamente a aposentadoria por invalidez, algumas condições isentam o trabalhador da carência de 12 meses de contribuição. Se acometido por uma dessas doenças, o trabalhador pode se aposentar a qualquer momento. As doenças incluem:

  • Tuberculose ativa
  • Hanseníase
  • Alienação mental
  • Neoplasia maligna (câncer)
  • Cegueira
  • Paralisia irreversível e incapacitante
  • Cardiopatia grave
  • Mal de Parkinson
  • Espondiloartrose anquilosante
  • Nefropatia grave
  • Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante)
  • Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS)
  • Contaminação por radiação (conforme conclusão da medicina especializada)
  • Hepatopatia grave

Transformação do Auxílio-Doença em aposentadoria por invalidez

O auxílio-doença é convertível em aposentadoria por invalidez se a incapacidade se tornar permanente. Isso é constatado pelo perito do INSS quando a doença ou o tratamento prolongado indicam que o trabalhador não poderá retornar ao trabalho.

Veja também: Caixa volta atrás e DEVOLVE DINHEIRO a clientes; confira 

Importância da perícia médica

A perícia médica do INSS é fundamental para a concessão da aposentadoria por invalidez.

 Documentos médicos de outros profissionais são úteis, mas a conclusão final cabe ao perito do INSS. Documentação completa e detalhada aumenta as chances de aprovação.

A aposentadoria por invalidez é essencial para trabalhadores permanentemente incapacitados. Conhecer os critérios e as doenças que isentam da carência ajuda a acessar este benefício.

O INSS garante, através de sua perícia médica, que apenas os realmente incapacitados recebam a aposentadoria, assegurando justiça no sistema previdenciário.

Gilmar Penter
Escrito por

Gilmar Penter

Com uma carreira jornalística iniciada em 2013, Gilmar Penter se dedica a traduzir temas complicados, como economia popular, benefícios do governo e questões ambientais, para uma linguagem simples e acessível. Além da redação com SEO, têm passagens pelo rádio e experiências na produção audiovisual e em fotojornalismo.